Jornal Agora | Produção de petróleo no país sobe 0,75% em 2016 e ...
 
fechar
fechar

Seu voto foi registrado. Agradecemos sua participação.

Seu voto já foi computado nas últimas 24 horas.

Resultado parcial

Atenção: o resultado desta enquete não tem valor de amostragem científica e se refere apenas a um grupo de
                 leitores do Agora Online.
Redes sociais
voltar

ECONOMIA

- 11-01-2017 - 16h40min
fechar
enviar Máximo 500 caracteres
* Ao enviar qualquer comentário, o usuário declara-se ciente e aceita integralmente o termo de uso
fechar

Comunicar erro

Se você encontrou alguma informação que esteja errada, utilize este espaço para reportar erros.

enviar Máximo 500 caracteres
fechar

Envie esta notícia para um amigo

» Adicionar mais um destinatário

enviar Máximo 500 caracteres

Produção de petróleo no país sobe 0,75% em 2016 e bate recorde, diz Petrobras

Estatal comemora resultado obtido em 28 de dezembro, afirmando que ele representa um recorde histórico anual e em linha com a meta definida
fechar

Galeria de vídeo

fechar

Galeria de áudios

fechar
Foto: Arquivo EBC

Segundo a estatal, o resultado ficou em linha com a meta definida em 2,145 milhões e representa um recorde histórico anual

Arquivo EBC

Produção de petróleo no país sobe 0,75% em 2016 e bate recorde, diz Petrobras

Segundo a estatal, o resultado ficou em linha com a meta definida em 2,145 milhões e representa um recorde histórico anual

A produção média de petróleo da Petrobras no Brasil, em 2016, teve um acréscimo de 0,75% na comparação com o ano anterior e chegou a 2.144.256 barris por dia. Segundo a estatal, o resultado ficou em linha com a meta definida em 2,145 milhões e representa um recorde histórico anual.

“Estamos muito felizes, porque é o segundo ano seguido que a empresa cumpre a meta de produção depois de uma série de anos em que metas de produção eram apenas uma referência, que se chegasse lá, ok, mas, se não chegasse, não tinha o menor problema. Nesta gestão, meta é uma coisa séria”, disse o presidente da Petrobras, Pedro Parente a jornalistas, durante encontro que teve a presença de toda a diretoria da estatal, na sede da companhia, no centro do Rio.

Na camada do pré-sal, a média anual no ano passado também registrou recorde, com a marca de 1,02 milhão de barris de óleo/dia, o que significou aumento de 33% em relação ao ano anterior.

No caso do gás natural, a companhia também apresentou recorde de 77 milhões de metros cúbicos (m³) diários. Se esse desempenho for incluído no balanço do ano, a produção total no país chega a 2,63 milhões de barris de óleo equivalente por dia, 1% acima do registrado em 2015, o que representa ainda mais um recorde no ano para a empresa.

Pedro Parente destacou ainda o desempenho da companhia em dezembro, quando também foram batidos alguns recordes. Entre eles, a produção média de petróleo no Brasil, que pela primeira vez superou a marca de 2,3 milhões bpd, sendo 3% a mais que o maior índice registrado em setembro do mesmo ano. Já a produção no dia 28 de dezembro chegou a 2,4 milhões de barris de óleo.

No mesmo mês, a produção de gás teve alta de 2% na comparação com novembro, atingindo volume de 81,8 milhões m³/dia, que, se considerado, eleva a produção de petróleo e gás natural no Brasil para 2,82 milhões de barris de óleo equivalente por dia, representando 6% a mais do que o registrado em igual mês do ano anterior.

“A gente tem a convicção, como já falamos reiteradas vezes, que a reputação se constrói na credibilidade, se constrói com promessas que são feitas e são cumpridas”, destacou o presidente da estatal.

A diretora executiva de Exploração e Produção da Petrobras, Solange Guedes, disse que a produção é uma referência importante para o fluxo de caixa da companhia e destacou que a empresa tem trabalhado com a boa prática da previsibilidade. A diretora chamou a atenção para o mês de dezembro, que para ela foi excepcionalmente bom. O recorde do dia 28 de dezembro, de acordo com Solange Guedes, é um marco que vai ficar por um bom tempo na história da Petrobras.

“Ele é um número superior à produção de várias empresas e nós atingimos esta marca em um dia só. Foi uma marca muito importante. Para completar, o que eu chamo de dias perfeitos, no dia seguinte, no dia 29, nós atingimos o recorde na produção operada do pré-sal”, ressaltou.


comente Comentários(1)

Participe


Sua opinião Agora

No dia 12 de janeiro, o prefeito Alexandre Lindenmeyer tornou pública a decisão do Executivo em não destinar verba para o Carnaval Oficial do Município. Após o anúncio, a Liga Independente das Escolas e Entidades do Samba do Rio Grande (Lieesa) decidiu não realizar o evento. O que você achou da decisão do Executivo de não destinar verba pública para o Carnaval?

resultado votar
Veja mais

Plantão



Comparte Jornal Agora - Todos os direitos reservados