Jornal Agora | Rede Municipal de Ensino tem 25 escolas paralisada ...
 
fechar
fechar

Seu voto foi registrado. Agradecemos sua participação.

Seu voto já foi computado nas últimas 24 horas.

Resultado parcial

Atenção: o resultado desta enquete não tem valor de amostragem científica e se refere apenas a um grupo de
                 leitores do Agora Online.
Redes sociais
voltar

GREVE GERAL

- 19-03-2017 - 16h03min
fechar
enviar Máximo 500 caracteres
* Ao enviar qualquer comentário, o usuário declara-se ciente e aceita integralmente o termo de uso
fechar

Comunicar erro

Se você encontrou alguma informação que esteja errada, utilize este espaço para reportar erros.

enviar Máximo 500 caracteres
fechar

Envie esta notícia para um amigo

» Adicionar mais um destinatário

enviar Máximo 500 caracteres

Rede Municipal de Ensino tem 25 escolas paralisadas na integralidade

Diversas atividades estão sendo realizadas pela categoria durante os dias de mobilização
fechar

Galeria de vídeo

fechar

Galeria de áudios

ALINE RODRIGUES

aline@jornalagora.com.br

A greve geral contra a reforma da previdência, a qual teve início no último dia 15, ganhou adesão, principalmente, das Redes Públicas de Ensino. Em Rio Grande, de um total de 79 escolas da Rede Municipal de Ensino, 25 estão com as atividades paralisadas na integralidade, 15 estão com 90% de grevistas e 10 com 50% de grevistas. De acordo com Dóris Nogueira, coordenadora-geral do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Rio Grande (Sinterg), a atualização referente ao número de escolas que estão aderindo à mobilização está sendo feito diariamente. Ela conta que há 23 anos a categoria não fazia uma greve. 

"Foi em 1994 a última grande greve. É um momento histórico, principalmente por se tratar de uma pauta nacional", destaca. Ela conta que, além das escolas com 100%, 90% e 50% de adesão, tem algumas que estão de 10% a 45% paralisadas. Além disso, Dóris comenta que nos 10 postos de trabalho, há também funcionários em greve. "Há colegas no Centro de Cultura e na SMEd. Não estamos surpresas com a boa adesão porque a nossa categoria teve um amadurecimento político muito grande", aponta.

Segundo a coordenadora-geral as escolas que estão em greve, por meio dos professores e direção, estão organizando atividades junto às comunidades onde estão localizadas. Na próxima segunda-feira (20), por exemplo, será promovida uma grande caminhada no bairro Parque Marinha a partir das 14h30, com saída da EMEF Porto Seguro. No mesmo dia, às 14h, será realizada na EMEI Verenice Ferreira Gonçalves, o Ocupa Verê, que tem como objetivo esclarecer à comunidade sobre a reforma da Previdência e ainda a partir das 15h uma caminhada pela localidade será promovida. 

Também entre as atividades do Sinterg, neste domingo (19) ocorrerá uma roda de chimarrão no canteiro da Igreja Sagrada Família, na avenida Rio Grande, no Cassino, a partir das 15h30. Outra ação que será realizada é a Tenda da Resistência na Praça Dr. Pio. Esta atividade ocorrerá na segunda-feira (20), das 14h às 16h, e na terça-feira (21) durante todo o dia. "Essa programação é flexível porque cada escola pode decidir fazer outras atividades junto à comunidade. No dia 21, a partir das 18h teremos uma caminhada luminosa", finaliza. A greve da Rede Municipal de Ensino tem previsão de encerramento no dia 6 de abril. 


comente Comentários(5)

Participe


Sua opinião Agora

Você acha que os mandatos dos vereadores Batatinha e João da Barra devem ser cassados?

resultado votar
Veja mais

Plantão



Comparte Jornal Agora - Todos os direitos reservados